26.2 C
Santo Antônio de Jesus

Whirlpool, dona das marcas Consul e Brastemp, irá investir R$ 240 milhões para ampliação de fábricas, podendo gerar 3 mil empregos


Fábrica da Whirlpool/ Fonte: FIESP

As fábricas da empresa em São Paulo e Santa Catarina irão receber investimentos para ampliação da produção e novo centro administrativo será construído

A empresa Whirlpool, maior fabricante mundial de eletrodomésticos e dona das marcas Brastemp e Consul, anunciou que irá realizar um investimento de R$ 240 milhões para ampliar a produção de suas fábricas nos estados de São Paulo e Santa Catarina. A companhia anuncia o primeiro aporte em aumento de capacidade no Brasil em cerca de uma década e pode gerar 3 mil novos empregos. Veja ainda: Nova fábrica que recebeu investimentos de R$ 152 milhões é inaugurada no Paraná. Empreendimento pode gerar mais de 160 empregos

  • 500 vagas de emprego presencial e home office de ensino médio, técnico e superior para trabalhar nos estados de São Paulo, Curitiba, Bahia e Rio de Janeiro, abertas pela maior empresa de seguro do Brasil, neste dia 20 de julho
  • Na contramão da Fiat e Volkswagen que suspenderam produção de veículos, revisaram contratos de trabalho e deram férias coletivas aos funcionários, a multinacional Hyundai retoma atividades em fábrica de SP
  • John Deere, Metso Outotec, Casa dos Ventos e outras multinacionais oferecem mais de 100 vagas de estágio; bolsa auxílio de até R$ 4,5 mil!
  • Empresa mineira Nanonib vai produzir o primeiro conjunto de soluções tecnológicas com base em Nióbio no mundo para o mercado agro
  • Multinacional americana injetará 5 milhões de dólares na Bahia em projeto de mineração, uma revolução tecnológica responsável pela extração mineral em terras raras

Investimentos para ampliar produção nas fábricas e novo centro administrativo

A dona das marcas Consul e Brastemp fará aporte de R$ 240 milhões em sua fábrica de máquinas de lavar roupas, em Rio Claro (SP), e na de refrigeradores, em Joinville (SC). A empresa fará também um novo centro administrativo, na capital paulista. João Carlos Brega, presidente da Whirlpool na América Latina, diz que o aumento da capacidade vai gerar aproximadamente 3 mil empregos, entre diretos e indiretos.

Em entrevista ao Estadão, o executivo diz que a empresa bateu o martelo sobre os investimentos recentemente nas fábricas, em plena pandemia, uma vez que a demanda por produtos da linha branca, como geladeiras e máquinas de lavar roupa, deu um salto no isolamento social. “Quando chegou a crise sanitária, em 2020, estávamos indo buscar os patamares de produção de 2013 e 2014. No fim, a nossa demanda foi uma das menos prejudicadas”, disse João Carlos.

Aumento da produção durante a pandemia

O executivo da Whirlpool explica que o aumento das vendas e da produção das fábricas pela empresa em 2020 foi de dois dígitos, ritmo que deve ser mantido em 2021. Outros dois fatores que devem ajudar a empresa, segundo ele, são a saúde da construção civil – que exige que novos donos de imóveis comprem mobília para a nova casa a ser entregue – e a emergência de produtos que hoje ainda estão pouco presentes nos lares brasileiros, como as lava-louças.

Além das duas fábricas que receberão investimentos e irão gerar novos empregos, a companhia dona da Consul e da Brastemp também tem uma unidade em Manaus, no estado do Amazonas, e possui ainda quatro centros de tecnologia e três centros de distribuição espalhados pelo Brasil.

Veja ainda: Nova fábrica da Votorantim Cimentos inicia operação no Complexo do Pecém, no Ceará. Empreendimento irá gerar novos empregos

A Votorantim Cimentos iniciou ontem (19/07) a operação da nova linha de produção da fábrica de cimento no Complexo do Pecém, no estado do Ceará. Com a ampliação, a unidade passa a ter uma capacidade de produção da ordem de 1 milhão de toneladas de cimento anualmente. O volume de produção da nova unidade irá reforçar o abastecimento do mercado da região metropolitana de Fortaleza.

Na nota publicada pela empresa, foi informado que investiram cerca de R$ 200 milhões no projeto, que teve duração de três anos, e priorizaram a eficiência energética e a automação industrial, com a instalação de equipamentos de última geração, seguindo a estratégia de sustentabilidade. Para a execução das obras e início da operação, geraram mais de 600 empregos na unidade, entre diretos e indiretos.



Candidate-Se, clicando Aqui

Conecte-se Conosco
15,575FãsCurtir
10,574SeguidoresSeguir
137SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
Mais Lidas
-Publicidade-spot_img
-Publicidade-spot_img
Relacionados