26 C
Santo Antônio de Jesus

CNU: Ministra anuncia novo cronograma e mudanças dos editais; confira!

spot_img


Nesta quinta-feira, 04 de julho, algumas alterações significativas no que se refere ao CNU- Concurso Nacional Unificado- foram divulgadas.

A ministra, Esther Dweck, falou sobre novas mudanças e cronograma.

CNU e cronograma

Esther Dweck, ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, anunciou hoje o cronograma revisado do Concurso Nacional Unificado (CNU).

Vale lembrar que as provas foram adiadas para agosto devido às recentes enchentes e ao estado de calamidade no Rio Grande do Sul.

Abaixo estão as novas datas definidas para o CNU:

  • 4 de julho: Publicação do Decreto e retificação do Edital.
  • 5 a 7 de julho: Abertura do sistema para que candidatos do Rio Grande do Sul que fariam prova em outros estados ou candidatos de outros estados que fariam prova no RS possam solicitar a mudança do local de prova, além da opção para candidatos de todo o Brasil solicitarem o reembolso da taxa de inscrição.
  • 7 de agosto: Disponibilização dos Cartões de Confirmação.
  • 18 de agosto: Realização das provas.
  • 18 de agosto: Divulgação dos cadernos de provas (PDFs disponíveis após às 20h).
  • 20 de agosto: Publicação preliminar dos gabaritos das provas objetivas.
  • 20 e 21 de agosto: Período para interposição de recursos sobre as questões formuladas e/ou os gabaritos divulgados.
  • 10 de setembro: Disponibilização da imagem do Cartão-Resposta.
  • 8 de outubro: Divulgação das notas finais das provas objetivas e da nota preliminar da parte discursiva.
  • 21 de novembro: Publicação final dos resultados.
  • Janeiro de 2025: Início das convocações para posse e cursos de formação. Para os cargos que incluem curso de formação, as chamadas devem iniciar em dezembro.


Você também pode gostar:

Esther Dweck assegurou que os cadernos de prova do concurso originalmente programados para 5 de maio foram devidamente recolhidos e estão armazenados com segurança, sob vigilância contínua, sem qualquer ocorrência de violação.

Devolução da taxa e mudança local de prova

Uma das mudanças significativas é a inclusão da possibilidade de devolução da taxa de inscrição para candidatos de todo o Brasil que não puderem participar das provas em agosto.

Os candidatos terão entre os dias 5 e 7 de julho para solicitar o reembolso através da plataforma oficial do concurso.

CNU: Ministra anuncia novo cronograma e mudanças dos editais; confira!
CNU: Ministra anuncia novo cronograma e mudanças dos editais; confira! Imagem: Reprodução

Alteração da Cidade de Prova CNU

Outra alteração importante é a permissão para mudança da cidade de prova para dois grupos específicos:

  • Candidatos com residência no Rio Grande do Sul que estavam originalmente designados para fazer a prova em outros estados;
  • Candidatos de outros estados que estavam designados para fazer a prova no Rio Grande do Sul.

Cerca de 2.100 inscritos se enquadram nessas condições especiais, conforme dados do Ministério da Gestão.

Os pedidos de alteração da cidade de prova também serão aceitos entre os dias 5 e 7 de julho.

Os novos editais também implementarão uma regra de arredondamento das notas para duas casas decimais.

Essa medida visa assegurar maior precisão na avaliação dos candidatos durante todas as etapas do CNU, contribuindo para um processo seletivo mais justo e transparente.

Aplicação em data estraordinária: o que significa?

O decreto foi assinado nesta quinta-feira, 04 de julho, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A decisão estabelece a possibilidade de aplicação de provas extraordinárias para o Concurso Nacional Unificado (CNU) em casos excepcionais e imprevisíveis que comprometam a realização normal das etapas.

Provas Extraordinárias Regulamentadas

O decreto foi criado para regular a realização de uma nova data de prova em situações como eventos logísticos extraordinários.

Para que uma prova extraordinária seja autorizada, é necessário que os locais afetados alcancem pelo menos 0,5% dos inscritos.

Esta aplicação será restrita aos candidatos da região afetada e seguirá regras definidas pelo Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI).

Regras

Os candidatos que participarem das provas extraordinárias não concorrerão às vagas regulares do concurso, mas sim a vagas suplementares, autorizadas pelo MGI somente se houver cargos vagos disponíveis.

O quantitativo de vagas suplementares será estabelecido para manter a proporção candidato/vaga originalmente estabelecida em cada categoria temática do concurso.

Além disso, todas as regras previstas em lei para a reserva de vagas também serão observadas durante o procedimento de aplicação das provas extraordinárias, garantindo que o processo seletivo mantenha os princípios de equidade e justiça estabelecidos.

-Publicidade-spot_img
Conecte-se Conosco
15,575FãsCurtir
10,574SeguidoresSeguir
165SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
-Publicidade-spot_img